Dieta Flexível
usuario

Publicado por Clarissa

O que é a Dieta Flexível?


A Dieta Flexível é uma metodologia que prioriza uma alimentação saudável e nutritiva. Mas que deixa espaço para a sua comida favorita ou para alimentos chamados de prejudiciais ou proibidos numa dieta. Já pensou poder emagrecer comendo pão, chocolate ou pipoca? Sim é possível!

Muita gente acha que fazer uma dieta flexível é uma desculpa pra tomar um sorvete. Ou pensam que quem faz dieta flexível só pensa em calorias e macronutrientes. Na verdade, a dieta flexível é a junção entre comer para a saúde e ao mesmo tempo comer também por prazer. É uma forma de comer sua refeição predileta com moderação. Sem peso na consciência e mantendo o progresso nos seus objetivos. É uma estratégia sustentável à longo prazo em que há equilíbrio entre suas preferências alimentares e sua saúde.

Não existe alimento que faz bem ou alimento que faz mal. Tudo depende de um conjunto, da quantidade e da frequência. Açúcar e gordura, por exemplo, ganharam a fama de que engordam. Mas na verdade eles são mais consumidos porque são mais palatáveis. Açúcar e gordura proporcionam mais sabor aos alimentos. Assim as pessoas comem maiores quantidades de alimentos ricos em açúcar e gordura. Consequentemente, consomem calorias extras e ganham peso.

O fato de poder comer chocolate não significa que deve-se comer sempre. Essa liberdade de escolha, a consciência dos benefícios dos alimentos e do controle sobre eles que faz da dieta flexível uma dieta mais fácil de ser seguida e mantida por muito tempo.  O seu corpo precisa de fibras e micronutrientes, bem como compostos bioativos para a saúde. Tais nutrientes estão disponíveis na alimentação natural. Se você passar a dar preferência aos alimentos processados, pobres em nutrientes, seu corpo e sua saúde irá sofrer com essa deficiência. Mas se houver uma harmonia em que somente uma pequena parcela do seu plano alimentar venha de alimentos processados você não terá problemas ou prejuízos.

Por quê seguir uma dieta flexível?

Quanto mais restrita for sua alimentação mais deficiente em micronutrientes ela será e maiores serão os riscos para a sua saúde. Além do extremismo alimentar ser um gatilho para compulsões e transtornos alimentares. Poder ter flexibilidade aumenta a adesão à dieta e por sua vez resultados sólidos à longo prazo sem efeitos rebotes com dietas radicais, monótonas e com pouca variedade. Ou seja, uma dieta insustentável para a vida.

Sem prazer e com sofrimento dificilmente um plano alimentar é sustentável por muito tempo. Afinal além de estar satisfeita com o corpo você quer se sentir bem e feliz com suas escolhas. O sucesso de uma dieta é aquela em que a mente também está em harmonia.

Comentários

Comentário